O desperdício que você não vê não significa que não existe

Esses dias conversando com amigos surgiu a discussão sobre a expressão “spammer de merda”, que até gerou um excelente post do amigo Gravataí Merengue (aqui) em que ele, na visão de cidadão e usuário ativo da internet, encara como uma indignação de pessoas, vamos dizer, inaptas ao convivio social que descontam suas frustações em pessoas […]